Top 5 tendências para o marketing digital em 2019

pessoas vendo estouro de fogos a noite, sinalizando as tendências para o marketing digital em 2019

O fim do ano se aproxima e, neste clima de panetone, vamos levar adiante o que aprendemos nesse ano que passou e olhar animados para o futuro que nos aguarda.

E que futuro é esse? Um muito mais tecnológico e digital, com certeza! Por isso, hoje separamos para você 5 tendências para o marketing digital em 2019.

Confira com a gente as novidades para manter o seu negócio na vanguarda da inovação!

Como definimos esta lista de tendências para o marketing digital

Para te ajudar a entender melhor: ninguém aqui é guru.

As ferramentas que mostraremos a seguir já vêm sendo utilizadas em 2018 com certo grau de sucesso, mas ainda estão no início e não foram postas em prática em larga escala.

O que significa que essa é uma ótima oportunidade para começar a se familiarizar com as novas ideias na hora de escolher a sua agência ou planejar suas estratégias digitais para 2019.

Vamos a elas então!

1. Personalização

Nós comentamos brevemente no nosso artigo sobre automação de marketing a respeito da personalização de conteúdo baseado no estudo das personas. Pra quem perdeu aquela leitura, o que enfatizamos e praticamos na Oodles é entregar conteúdo e ofertas para o público com base nos interesses e necessidades do seu segmento.

Fazemos isso primeiramente porque é um método comprovado de obter maiores conversões e vendas, já que as pessoas se sentem melhor atendidas quando recebem uma atenção focada nas suas dores pessoais.

Em segundo lugar – e aqui entramos no território do futuro -, nós sabemos que as estratégias de marketing não segmentadas (como excesso de pop-ups ou spam, por exemplo) estão esgotando a paciência da maioria das pessoas – especialmente no mercado B2B – no meio digital. Sendo assim, é necessária uma nova forma de abordar clientes.

Por isso, a aposta para o ano que vem é criar um atendimento feito sob medida, com auxílio das últimas novidades em análise de dados, feedback pós-venda e segmentação de clientes em potencial.

E essa não é a única forma que pretendemos fortalecer o relacionamento de nossas marcas com seus clientes.

2. Autenticidade

Outra tendência para o marketing digital em 2019 é o uso do famoso “boca em boca”.

Com a interatividade das mídias sociais e a capacidade de comentar e compartilhar com os amigos grandes experiências pessoais, novas portas se abriram para capitalizar as recomendações de usuários.

A fidelização de clientes é um passo importante para o marketing digital do futuro, no qual o objetivo não reside apenas em satisfazer o cliente, mas, sim, em torná-lo um divulgador ativo da sua marca.

Uma forma interessante de fazer isso, que temos visto na construção de marcas autênticas nas redes sociais, é a criação de grupos para discussão de dicas ou tutoriais de produtos, assim como a criação de plataformas para o compartilhamento de experiências e até críticas ao que foi adquirido.

E esse é apenas o pico do iceberg.

3. Marketing de influência

Se a recomendação de um amigo ou familiar tem valor, então imagine a recomendação de uma celebridade online!

O fenômeno dos influenciadores foi intensificado em 2018 e as coisas só tendem a ficar ainda mais populares em 2019. Com tantas alternativas para colaborações entre criadores de conteúdo online e empresas, o ponto importante aqui é buscar um alinhamento e equilíbrio nesse relacionamento.

Ainda assim, no geral, o uso do marketing de influência tem sido uma ferramenta poderosa nas estratégias digitais, apresentando vários cases de sucesso, inclusive, aqui na agência.

4. Micromomentos

Diferente das tendências para o marketing digital que apresentamos até agora, micromomentos não estão tão relacionados diretamente às estratégias e, sim, ao uso da tecnologia no futuro.

Esse é um conceito novo, apresentado pela primeira vez pela Google, para definir novos hábitos nas pesquisas de usuários.

O que os dados revelam é que as pessoas tomam decisões de conversão em “micromomentos”, ou seja, nossas vontades – de encontrar um lugar para comer ou comprar alguma coisa que precisamos – acontecem em momentos rápidos, em que uma puxada do celular de dentro do bolso decide ou não a venda.

 

 

Para aproveitar a descoberta dos micromomentos, empresas vêm investindo na performance de seus sites e em melhorias no SEO, para garantir que a combinação desses dois elementos levem clientes ao seu encontro o mais rápido possível. Dessa forma, evitando que os momentos se estendam demais e que vendas sejam perdidas por desinteresse.

Esse foi um dos grandes insights de 2018 e estamos animados para os novos planejamentos e campanhas que os micromomentos vão proporcionar para o ano que vem.

5. Transformação digital

Percebeu que todas as ferramentas que mostramos pra você até agora não só podem coexistir, como também apresentam sinergia uma com a outra?

É exatamente sobre isso que queremos conversar quando falamos em transformação digital! Apesar de parecer um jargão um tanto prepotente, o conceito é interessante e merece a sua atenção.

Da mesma forma como a indústria 4.0 representa a integração de sistemas de produção numa mesma base de dados, a transformação digital pretende incorporar toda a comunicação empresarial, desde a produção até a gerência, passando pelo cliente e de volta, num ciclo contínuo de oferta e demanda completamente digital.

Apesar de audaciosa, a transformação digital faz todo sentido no cenário do marketing moderno.

Afinal, a integração dos sistemas online permite às empresas prever a demanda de forma muito mais precisa por meio da análise de dados dos seus clientes. E, com o uso de plataformas de feedback, fica muito mais fácil planejar produtos e serviços mais eficientes para as necessidades do público.

A união dessas funcionalidades ao acervo da indústria 4.0 representa um novo leque de oportunidades na forma como interagimos com nossos compradores e os ajudamos na sua jornada para o sucesso!

Renan Cardozo

Renan Cardozo