Os emoticons no marketing de relacionamento

emoticons no marketing de relacionamento

Só bastou um erro de digitação para quê um simples ponto-e-vírgula se transformasse no primeiro emoticon da história, em um discurso do presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, em 1862. 😮

Texto discurso presidente dos EUA

Na comunicação digital, o emoticon foi definido como um meio de determinar se uma postagem deveria ser levada a sério ou não. Em 1982, Scott Fahlman, da Universidade Carnegie Mellon, propôs que os caracteres 🙂 fossem usados para marcar brincadeiras, e a sequência 🙁 para marcar postagens sérias – e desde então, foram criados outros tipos de emoticons para sinalizar outras situações.

– Ei, aquela marca piscou pra mim 😉

– Cara, ela tá tão na sua!

Diferença entre emojis e emoticons no marketing de relacionamento

Vários emoticons

O emoji foi concebido no Japão no final da década de 90, e representa um alfabeto inteiro de pictogramas que envolvem emoticons, letras, números, animais e objetos, todos em formatos diferentes. A Apple foi a responsável por trazer os emojis para o Ocidente, e seu uso constante na troca de mensagens por celular chamou a atenção de marcas e anunciantes, que vislumbraram ótimas campanhas, principalmente, para o marketing de relacionamento.

Outdoor da marca coca-cola com emoji

Campanha Coca-cola que transformou emojis em URL

Este tipo de comunicação não-verbal passou a ser uma nova forma das marcas conversarem com o seu público e serem inseridas em seu meio – a fim de proporcionarem experiências novas e passar sua mensagem somente através de símbolos.

Emojis coloridos e com caretas

Campanha “Ementicons” da bala Mentos

A expansão dessa linguagem visual chegou em uma época em que as pessoas estão tendo dificuldades em se comunicar no meio digital. A falta de interações frente-a-frente nos faz perder as respostas corporais que nos ajudam a compreender as reações emocionais. Por isso, o uso de emoticons e emojis proporciona um tipo de resposta que passa a mensagem certa e consegue substituir uma frase que, quando entendida de forma errada, pode gerar problemas de comunicação.

Um planejamento de marketing que deseja ser autêntico e que deseja o apoio visual em suas mensagens, deve considerar o uso de emojis. Esse tipo de comunicação precisa ser uma maneira divertida de se relacionar, e não uma forma atrapalhada de tentar conversar com essa geração atual de millenials, senão… do quê adianta? ¯\_(ツ)_/¯

 

Regiane Milke

Regiane Milke

Jornalista por formação, Regiane tornou-se social media por aventura. Especialista em desvendar os mistérios da crase, dos porquês e afins, está sempre de bom-humor e pronta para compartilhar seus lanches com o grupo. É uma amante de cervejas artesanais, brechós e livros de histórias reais.

xxxxxxxxxx