Landing page: como utilizá-la para converter clientes

A sua empresa investiu em um site, produziu conteúdo, otimizou o SEO e ainda assim as vendas não chegaram. O que está acontecendo? Será que o seu negócio está utilizando as ferramentas digitais e o marketing de conteúdo da forma correta?

Hoje, vamos mostrar a importância de uma landing page para a aquisição e conversão de clientes no site da sua empresa, bem como as melhores práticas para montar uma página que gere resultados reais e garanta vendas para a sua empresa. Confira!

Qual é o objetivo de uma landing page?

Diferente do resto do seu site, no qual a ideia principal é garantir que o público navegue pelo máximo de tempo pelas suas páginas, adquirindo informações sobre a sua organização e descobrindo suas ofertas, a landing page tem um objetivo muito mais simples e direto: gerar conversões.

Na prática, isso se faz por meio de uma negociação: você oferece um conteúdo exclusivo e, em troca, seu cliente entrega dados de contato e informações pessoais. Como discutiremos a seguir, os dados adquiridos dessa forma são extremamente úteis para o seu negócio e, melhor ainda, são entregues de forma voluntária pelo cliente, o que leva ao início de um relacionamento transparente e de confiança com a sua marca.

Essas informações serão utilizadas para:

Gerar leads

Lead é o termo dado às pessoas que fazem parte do seu funil de vendas. Esses clientes em potencial podem estar em diferentes fases de conhecimento na sua jornada em direção à solução de um problema.

O relacionamento da sua marca com o lead se inicia no momento em que seu nome e e-mail entram no banco de dados do seu time de marketing ou da sua agência terceirizada por meio da landing page.

A partir daí, esses profissionais podem começar a enviar ofertas, adquirir mais dados e ajudar seu cliente pelas etapas do funil de vendas, guiando-o até a compra ou para que ele faça um contato direto com seu departamento de vendas.

Segmentar o público

A sua empresa pode oferecer diferentes soluções para diferentes tipos de clientes. Com apenas um nome e um e-mail, fica difícil saber por que alguém acessou a sua página e como você pode ajudar essa pessoa.

Sendo assim, uma landing page costuma pedir mais informações, como o cargo, o segmento empresarial ou até mesmo o nome da empresa a qual o seu lead pertence (em caso de vendas B2B).

Essa segmentação possui dois propósitos. Primeiro, ela ajuda o seu time de marketing e vendas a entender melhor a necessidade do cliente e a oferecer produtos direcionados para ele, melhorando a taxa de conversão.

E, segundo, com uma base grande o bastante de leads, seu time de marketing pode começar a estudar padrões e fazer uma análise aprofundada do “cliente ideal” (ou persona) que será parte crucial na elaboração da sua estratégia de marketing e na criação das etapas de conversão do seu funil de vendas.

Reduzir o custo por aquisição de clientes

Por que gastar horas em televendas, entrevistas e tantas outras atividades, se você consegue encontrar clientes muito mais interessados na sua solução utilizando marketing de conteúdo?

O uso de landing pages é parte crucial nos processos de aquisição de dados, que, por sua vez, resultam em uma melhoria na eficiência de vendas. Isso se deve à economia de tempo dos seus vendedores, que irão encontrar clientes mais interessados em comprar e, além disso, terão mais informações à disposição para fechar negócio.

Claro, nada disso acontecerá sem um funil de vendas bem estruturado e uma estratégia de marketing que seja capaz de captar os leads, informá-los, aquecê-los para, então, direcioná-los ao departamento de vendas. Tudo isso precisa ser realizado antes, e a landing page é apenas uma ferramenta útil para o seu marketing de conteúdo.

Como montar uma landing page de sucesso?

Como falamos anteriormente, uma landing page é uma página simples, que oferece um conteúdo rico em troca de informações pessoais do seu cliente em potencial. Sendo assim, existem várias ferramentas no mercado que entregam formatos prontos de landing page para aplicação no site da sua empresa.

É bom lembrar que a oferta (e a forma como essa oferta é realizada) tem o importante papel de realmente entregar algo de valor. Afinal, se você vai compartilhar suas informações pessoais e arriscar ser incomodado por ofertas, é bom que esse conteúdo valha a pena.

Conteúdo

O conteúdo ofertado em uma landing page pode ter vários formatos. Ele pode ser um ebook, um template, um webinar, um curso… Essencialmente, pode ser qualquer conteúdo exclusivo que seja interessante para o público.

Para desenvolvê-lo, você vai precisar ter um bom entendimento do funil de vendas, das necessidades dos seus clientes, sem contar nos profissionais capazes de produzir esse conteúdo. Por isso, é importante que a sua empresa conte com profissionais gabaritados em marketing digital e produção de conteúdo, sejam eles parte de uma equipe interna ou de uma agência terceirizada.

A natureza (ou assunto) desse conteúdo também será útil para a segmentação. Pense desta forma: se o conteúdo da sua página é segmentado entre produtos para pessoa física e para pessoa jurídica e o seu lead continua baixando conteúdo PJ, você não precisa de um formulário para saber que esse cliente provavelmente está buscando soluções empresariais. Esse tipo de análise pode fazer toda diferença durante o processo de venda.

Formato

O design de uma landing page costuma ser simplificado, direto e focado. O objetivo é sempre garantir a conversão, logo, não podem existir distrações que levem o público a sair da página, e é necessário que fique bem claro o que está sendo ofertado e quais informações devem ser fornecidas para que se receba esse conteúdo.

O SEO da página também deve ser otimizado, ou seja, ela precisa respeitar as boas práticas para o acesso de páginas na internet: ser fácil de encontrar online, carregar rápido e sem travar, entregar o que foi prometido e ser acessível pelo desktop ou smartphone sem desconfigurar.

Tudo isso é feito para garantir que o lead vai entrar na página, preencher os dados, clicar no botão, receber seu material e ficar satisfeito.

Veja abaixo como alguns especialistas fazem isso parecer fácil.

Exemplos

No mercado brasileiro, a Rock Content e a Resultados Digitais são duas das empresas mais famosas na elaboração de marketing de conteúdo e de landing pages eficientes. O seu formato costuma seguir um padrão simples, com um resumo do conteúdo ofertado, uma imagem ilustrativa e uma tabela de informações, com um botão.

Perceba como a landing entrega todas as informações sem a necessidade de rolar para baixo, o que garante a leitura da oferta de forma simples e direta.

Outros detalhes

É possível também programar para que um lead que já navegou pelo sistema e já está incluso no banco de dados receba perguntas diferentes no seu formulário. Assim, novas informações são somadas às anteriores e o progresso do lead pelo funil de vendas acelera, já que sabemos que ele está interessado – afinal, ele já baixou mais de um conteúdo e continua visitando o seu site.

Após o preenchimento, a maioria das landing pages leva a uma página que entrega o link para download do conteúdo, oferece outros materiais (em outras landings) e agradece pelo interesse.

Apesar de simples, a página de agradecimentos é considerada tão importante quanto a própria landing, já que ela realiza a promessa ofertada e consolida o relacionamento entre a sua marca e o cliente.

Testes

Para elaborar uma estratégia de marketing de conteúdo eficiente, tudo precisa ser testado. A aquisição de dados de uma landing page é extremamente importante para a reavaliação da estratégia e validação.

Por exemplo: você pode criar duas landing pages diferentes (seja em formatação ou conteúdo) e estudar qual delas gerou mais conversões em um teste A/B. Ou, ainda, a alimentação de informações no seu banco de clientes pode reestruturar completamente a sua estratégia.

Talvez a sua agência de marketing encontre novos nichos, novos tipos de clientes com necessidades mais específicas, coisas que podem escapar ao seu time de desenvolvimento e que, lá na frente, gerem grandes resultados para o seu negócio.

Para fechar

Ter uma ou várias landing pages no seu site é parte crucial de uma estratégia de marketing de conteúdo, mas, para que ela realmente gere os resultados prometidos, você precisa da estrutura necessária para fazer acontecer.

Isso inclui a programação de um site responsivo, que ajuda o público a encontrar o que ele procura e que utiliza boas práticas de SEO e design para converter clientes.

Não podemos esquecer também dos profissionais de marketing que farão a manutenção, estratégia e gestão da sua landing page. Eles devem ser especialistas em marketing digital e precisam estar atualizados às últimas novidades desse ramo em constante transformação.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil. Se você quiser saber um pouco mais sobre como nós fazemos marketing de conteúdo e landing pages, acesse a nossa página aqui e fique à vontade para entrar em contato e nos seguir nas redes sociais.

Até a próxima!

Oodles

Oodles