Entenda como utilizar hashtags de forma correta

A cada dia que passa, as #hashtags ganham mais espaço nas mídias sociais. Ainda assim, é comum encontrar empresas que não aproveitam todo o potencial dessa ferramenta para expandir o seu alcance e encontrar novos clientes.

Que tal não ser uma delas? Neste artigo, vamos mostrar por que as hashtags são tão importantes para penetrar em novos mercados, além de todas as formas que o seu negócio pode utilizá-las. Confira!

Por que utilizar hashtags?

Sendo popularizadas inicialmente no Twitter, as hashtags são uma forma de se manter atualizado sobre assuntos do seu interesse, que são compartilhados numa comunidade.

Ao seguir uma hashtag, o usuário recebe conteúdos de pessoas e marcas fora do seu círculo de contatos, o que é uma ótima oportunidade para conhecer novas informações e pessoas que têm os mesmos interesses que você.

Por exemplo, se você pesquisar #moda no Instagram, vai encontrar diversos posts compartilhados por perfis pessoais e empresariais sobre o assunto, vendo primeiro os que têm maior engajamento, ou seja, os posts que atraíram mais pessoas e, por isso, foram considerados mais relevantes pelo algoritmo.

Vários fatores definem o posicionamento de uma publicação na página de hashtags. Entre elas, estão a popularidade do post (quantas curtidas, comentários e compartilhamentos ele recebeu), quão postada é a hashtag e qual o tamanho do grupo de pessoas que a seguem.

E o que isso significa para o seu negócio?

Do ponto de vista empresarial, uma hashtag é uma forma de encontrar pessoas que não conheciam a sua marca, atingindo novos prospectos e expandindo, assim, a sua cartela de possíveis clientes.

Para isso, você precisa estar atento às boas práticas no uso das hashtags relevantes ao seu segmento, além de elaborar um planejamento de marketing digital – seja com uma equipe interna ou agência – que priorize a elaboração de conteúdos chamativos para a sua base.

Entenda mais abaixo!

Como utilizar hashtags?

Hoje, praticamente todas as mídias sociais utilizam hashtags em seus navegadores de pesquisa.

Apesar de o Instagram ser a plataforma mais amigável ao uso das hashtags, as mesmas estratégias utilizadas no Insta podem ser aplicadas em outras plataformas para favorecer o alcance da sua marca.

Para começar, é importante que você pesquise quais hashtags estão atreladas ao seu ramo de atuação.

Voltando ao nosso exemplo da #moda: quando você realiza uma pesquisa com #, outras sugestões utilizadas no mesmo contexto são apresentadas na barra inferior do Instagram (isso é verdade também para o Facebook, LinkedIn, Twitter e outras redes). Essas sugestões já vão dar uma base de quais hashtags são mais relevantes no seu meio.

Criação de conteúdo

Ok, agora está na hora de fazer as suas próprias publicações. Para isso, lembre-se que a hashtag é só uma ferramenta que vai impulsionar o seu post. Se ele não tiver a qualidade para engajar seus clientes, vai ser muito difícil obter os resultados que você procura. Por isso, é importante que você contrate profissionais preparados para lidar com esse tipo de comunicação.

Alguns estudos demonstram que a quantidade ideal por publicação varia entre 5-10 hashtags. É bom lembrar que os algoritmos estão ficando cada vez mais inteligentes e preparados para encontrar spam, por isso, não jogue 30 hashtags num post e tente não repeti-las demais, para melhores resultados.

Se você já tem alguma experiência com as mídias sociais, então sabe que existem vários formatos diferentes de publicações e, com elas, diferentes formas de incluir hashtags. O Instagram é campeão aqui também, tendo a maior variedade.

Assim como em toda a estratégia de marketing, é sempre bom variar os formatos de publicações e testar diferentes ângulos de impacto para a sua comunicação. Da mesma forma, você pode experimentar colocar hashtags na descrição de posts, nos comentários, nos Stories, no seu perfil e analisar os resultados, para descobrir como seu público reage.

Outra abordagem interessante é criar suas próprias hashtags. A sua empresa pode criar campanhas promocionais com o uso de hashtags, a fim de expandir o seu alcance orgânico, ou ainda utilizá-las como parte da identidade e extensão do tom de voz da marca.

Análise de interações

O melhor jeito de descobrir o que está funcionando e o que precisa ser alterado na sua estratégia com hashtags é registrar as interações com seus clientes.

Dados são o melhor amigo do publicitário. Na internet, você encontra uma infinidade de softwares prontos para colher informações e entregar análises das suas interações geradas por hashtags. Basta escolher um e começar a monitorar seu conteúdo.

Estudar a relevância das hashtags também é uma boa pedida, já que tem sempre uma nova tendência rolando. Você pode fazer isso direto pela plataforma mesmo, ficando atento a novas hashtags e participando da conversa, incluindo a sua marca em “desafios” ou outros conteúdos virais.

Para fechar, siga hashtags! Comece com as que são do seu segmento e explore as que não são, busque oportunidades de incluir a sua marca em territórios não explorados, analise os resultados de cada uma dessas tentativas e molde a sua estratégia às novidades que vão acontecendo na plataforma.

E, acima de tudo, seja social! Participe de conversas e entre na brincadeira, afinal, as mídias sociais estão aí para engajar pessoas e criar laços que vão muito além da comunicação. Não seria bom ser uma empresa que é referência na área de atuação e que, ainda, tem uma base de fãs que compartilha seu conteúdo com sua própria hashtag? Então mãos à obra!

Andressa Prates

Andressa Prates

Quando se formou em Jornalismo, o sonho da Andressa era trabalhar no falecido site Ego (de celebridades e fofocas). Mas se encontrou em uma agência de Marketing Digital, onde pode colocar em prática sua paixão pela escrita, cercada de gente tão louca quanto ela. Além de escrever, Andressa gosta de música, séries e pipoca com leite condensado. Nós também!